Mostrando postagens com marcador banana. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador banana. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 21 de maio de 2014

bolo de banana, sem leite, sem farinha, sem açúcar ...

ingredientes:
2 bananas nanicas bem maduras - qdo a banana pinta e começa a exalar aquele cheiro bom ... está no ponto!!!
1 xícara/chá de uvas-passas escuras 1/2 xícara/chá de castanhas de caju trituradas
2 ovos
1/4 de xícara/chá de óleo
1 xícara/chá de aveia flocos finos
1 colher/sopa de fermento em pó químico
1 colher/café de sal

preparando:
pré-aqueça o forno em temperatura média - no meu é a 180º, mas de forno, mulher e homem, cada um sabe do seu.

lembre-se!!! para pré-aquecer o forno, ligue, deixe na temperatura máxima por 15/20 minutos, e só então baixe pra temperatura desejada.

unte uma forma pequena de buraco no meio - a minha é daquelas próprias pra pudim - com manteiga e aveia em flocos finos.
bata no liquidificador ou no mixer [mais prático, porque não precisa passar pra uma vasilha, e se aproveita melhor os ingredientes]: as bananas, metade das uvas-passas, o óleo, o sal, e os ovos.
tendo batido no liquidificador, passe pra uma vasilha, e acrescente a outra 1/2 xícara de uvas-passas, as castanhas de caju trituradas, o fermento e a aveia. mexa calmamente pra incorporar todo mundo. este bolo é maravilhoso, fofinho e se mantém úmido até o último pedaço.

use a imaginação!!! invente!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

segunda-feira, 29 de julho de 2013

pão de banana - sem glúten

"... as antipatias que a cercavam faziam-na assanhada, como um círculo de espingardas enraivece um lobo. fez-se má; beliscava crianças até lhes enodoar a pele; e se lhe ralhavam, a sua cólera rompia em rajadas. começou a ser despedida. num só ano esteve em três casas. — saía com escândalo, aos gritos, atirando as portas, deixando as amas todas pálidas, todas nervosas ...
a inculcadeira, a sua velha amiga, a tia vitória, disse-lhe:
— tu acabas por não ter onde te arrumar, e falta-te o bocado do pão!
o pão! aquela palavra que é o terror, o sonho, a dificuldade do pobre assustou-a. ...
" - eça de queirós/o primo basílio/sobre a criada juliana -
a minha vida tomou um rumo bastante acolhedor, no caminho pra me tornar uma ótima cozinheira, e eu segui aprendendo muito do que há para saber sobre comida, sobre gulodices, sobre agradar pelo estômago, sobre os prazeres da mesa.

e, assim como na vida de uma personagem saída de uma história de eça de queirós - o escritor português cuja obra, em maior escala, menciona a gastronomia como parte da sua fabulação - pude dividir minha intimidade com as panelas, colheres e assadeiras.

este pão é úmido, saboroso, e ótimo para agradar a quem o faz, e a quem senta à mesa como convidado, e sua receita tem um preâmbulo, outra receita, a da farinha de grão-de-bico:

farinha de grão-de-bico caseira, faça a sua!!! é preciso 1 saquinho de grão-de-bico, deixado de molho na água, de um dia pro outro - troque a água enquanto estiver acordada/o.
no dia seguinte, retire da água e deixe secar bem. depois de secos, bata no liquidificador, até formar uma farinha bem fina.
secar os grãos no forno, sem deixar queimar, e depois bater no liquidificador, facilita bastante.
pronto!!! use como quiser.

ingredientes:
3 ovos
1/4 xícara - chá - de mel
1 colher - chá - de essência de baunilha
3/4 xícara - chá - de farinha de grão-de-bico
1 colher - chá - de bicarbonato de sódio
1/2 colher - chá - de canela em pó
1 pitada de sal
1 banana amassada
1 xícara - chá - de nozes picadas
1/2 xícara - chá - de tâmaras e/ou ameixas pretas picadas
1/2 xícara - chá - de uvas-passas
1/2 xícara - chá - de coco ralado sem açúcar
1/2 xícara - chá - de cenoura ralada

preparando:
pré-aqueça o forno em temperatura quente ... depende do seu forno ... homem/mulher e forno, como não canso de dizer, cada um sabe do seu/sua.
envolva as frutas com amido de milho e, antes de utilizar, penere pra retirar o excesso.
unte uma forma de pão - se não tiver, a de buraco no meio serve - com spray de cozinha, com óleo de girassol ou com manteiga.
usando a batedeira - ou a mão - misture os ovos, o mel e a baunilha, até agregar bem.
em uma outra tigela misture a farinha de grão-de-bico, o bicarbonato, a canela e o sal ... adicionar a mistura seca aos ingredientes úmidos. misture tudo até que a massa fique lisa e homogênea.
junte a banana amassada, as nozes, as tâmaras, as passas, o coco e a cenoura. despeje a massa na forma preparada.
asse até que o pão esteja levemente dourado - 35 a 40 minutos - ou até que um palito inserido no centro saia limpo. deixe esfriar antes de desenformar.

notas do blogg: algumas receitas, como esta do pão de banana, exigem farinhas bem fininhas. ao comprar, sinta-as com a mão. farinhas granuladas - a de arroz, por exemplo - dão resultados diferentes. esta é uma questão essencial.
portanto, pra este pão, a farinha tem que ser fininha, como a de grão-de-bico, indicada na receita, que pode ser comprada em lojas cerealistas, ou feita em casa.

um bom passeio, pra quem gosta de cozinhar, e conhecer ingredientes incomuns nos mercados comuns, são as lojas cerealistas, aquelas que lembram mercearias antigas e vendem farinhas, grãos, cereais, sementes, frutas secas, ... a granel.

onde comprar??? em sampaulo, no mercadão, ou na rua santa rosa; no rio de janeiro, no saara, e no mercado de madureira.

poucos paulistanos sabem que, próximo ao mercadão, existe o paraíso de compras gastronômicas. a rua santa rosa e seu entorno compõem a zona cerealista. uma área onde os aromas tomam conta da atmosfera local. a santa rosa tem tudo o que o mercadão tem, com a vantagem do preço ser muito ... muito atraente.

sobre a rua santa rosa/sp

por outro lado, se houver alguma loja de produtos naturais perto de você, que não seja tão versátil, faça-a ser dando sugestões ao dono, ele certamente irá agradecer, pois muitas vezes não sabe o que comprar ou quais são as necessidades específicas da freguesia.

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

bolo de banana

de origem asiática, tipicamente tropical e conhecida no mundo todo, a banana é a fruta mais popular do brasil.
seu preço não justifica mais o apregoado jargão, passar a pão e banana, mas a fruta continua sendo de alto valor nutritivo, energética, isenta de gorduras ou colesterol.
são cerca de cem tipos de bananas plantadas no mundo todo, e as mais cultivadas por aqui são a banana nanica, e a banana prata.
a casca da banana nanica é fina, amarela, e sua é doce, macia e aromática.
leia, aqui, sobre a banana
a banana prata, a minha preferida, tem formato mais reto, é menor que a nanica, casca grossa, amarela, polpa azedinha e firme.
ambas podem ser consumidas cozidas, fritas ou assadas, podendo ser usadas nos mais variados tipos de prato: salada de frutas, tortas, sorvetes e mingaus, empanadas e bolos.
ideal como primeira refeição do dia, ficam excelentes amassadas com aveia e açúcar, farinhas enriquecidas ou chocolate em pó.

ingredientes:
3 bananas grandes - prata ou nanica
1 xícara - chá - óleo
5 ovos
1 xícara - chá - de farinha de rosca
2 xícaras - chá - de açúcar
1 colher - sopa - fermento químico

preparando:
aqueça o forno na temperatura média - o meu é a 180 graus.
unte com margarina e farinha de rosca, uma forma de buraco no meio.
bata no liquidificador, as bananas, o óleo e os ovos. reserve.
em uma vasilha misture os outros ingredientes e misturar bem.
acrescentar a massa batida no liquidificador, e mexer até obter uma massa lisa.
colocar na forma, e levar ao forno para assar, até que a faca/palito saia sequinho.
deixe descansando por 20 minutos, desenforme e cubra com a ...

calda de goiabada:
300 g de goiabada de boa qualidade, picada
1/2 xícara de água
coloque a goiabada e a água em uma panela, e leve ao fogo até a goiabada derreter e virar calda.

é isso.
requeri/regina claudia

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

bolo na caneca com coca-cola, chocolate e banana


na falta do leite, arrisquei um bolo na caneca com coca-cola.
foi uma ótima idéia. ficou um bolo espetacular.
cresceu, ficou leve, fofo, uma nuvem ... genial!!!

lá vai!!!

antes de prosseguir, saiba sobre a medida caseira representada por uma colher.
cheia = 24,84g
rasa = 11,72g
nivelada = 4,88g
ou seja, conforme imagem abaixo, o ingrediente da cheia ultrapassa bastante o nível da colher, o ingrediente da rasa ultrapassa menos o nível da colher, e o ingrediente da nivelada ficará no nível do limite da colher.


ingredientes:
1 caneca para 1/2 litro - caneca jumbo
4 colheres rasas de farinha de trigo integral - pode ser farinha de trigo refinada, ou as duas misturadas, meio a meio
4 colheres - sopa - de coca-cola - usei a coca zero, mas pode ser da normal
3 colheres - sopa - de óleo
2 colheres niveladas - sopa - de açúcar cristal - pode ser do refinado ou do mascavo
1 colher - sopa - cheia de achocolatado ... aquele, só aquele
2 bananas prata cortadas em rodelas - ou outra disponível
1 colher - chá - de fermento em pó

preparando:
colocar todos os ingredientes numa caneca que comporte 1/2 litro, menos as bananas.
misturar, mexendo bem, até que fique uma massa lisa.
acrescente as rodelas de bananas e misture com delicadeza, até que a massa as envolva.
leve ao microondas por 3 minutos.

está feito!!!



abracadabra et, voilà!!!